Cristóvão culpa desatenção por derrota do Fluminense

Treinador, porém, evitou culpar o zagueiro Henrique, que estreou pelo time e teve atuação ruim

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O técnico Cristóvão Borges culpou a desatenção do Fluminense pela derrota por 3 a 2 para o Criciúma, na noite de quarta-feira fora de casa, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador, porém, evitou culpar o zagueiro Henrique, que estreou pelo time e teve atuação ruim. "A adaptação da zaga não pode ser justificativa pelos gols. Tivemos algumas desatenções e acabamos tomando os gols", disse.

Cristóvão lamentou quer as alterações não tenham surtido o efeito desejado e admitiu que o Criciúma teve o controle da partida. "Tomamos os gols e precisávamos de movimentação. Por isso acabamos fazendo algumas alterações. O adversário teve méritos por sair na frente e conseguir usar a proposta deles de contra-ataque. Usamos os lados do campo, mas eles conseguiram segurar e acabaram com a vitória", afirmou.

O treinador do Fluminense também destacou o equilíbrio do Brasileirão, ressaltando que o time precisa pensar nos próximos passos no torneio. "Trabalhamos bem, mas o resultado foi ruim, pois queremos sempre buscar as vitórias. Voltar perdendo deixa a gente triste, mas não vamos abaixar a cabeça. Nós jogamos dentro e fora de casa da mesma forma. Não existe diferença de mando de campo ou se você joga com o primeiro ou o último colocado. É um campeonato difícil duro, sempre. Temos um próximo jogo e vamos buscar o resultado", comentou.

Derrotado, o Fluminense segue com 16 pontos e ocupa a quarta colocação no Campeonato Brasileiro, mas pode perder até três posições nesta quinta-feira. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, às 18h30, quando enfrentará o Santos, em Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira.

Leia tudo sobre: fluminensederrotacriciúmabrasileirão