“R$ 912 mil é pouco. A diária não é alta”

“Vamos representar a Casa, ver um problema da cidade, mas é melhor a Mesa explicar como é”

iG Minas Gerais | Tâmara Teixeira |

Para os deputados, a diária de R$ 668 não garante a eles uma estadia confortável no interior, onde alimentação e hospedagem costumam ser mais baratas.

“Acho R$ 912 mil pouco. A diária não é alta. Quando viajo, levo assessor, jornalista e pago para eles”, diz um deputado. “Não gasto nada se volto no mesmo dia”, diz outro. Um terceiro teve dificuldade em explicar que agenda cumpre além das comissões ou visita à base. “Vamos representar a Casa, ver um problema da cidade, mas é melhor a Mesa explicar como é”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave