Três presos em protesto estão com tornozeleira

É uma medida que substitui a prisão em flagrante e permite que a pessoa fique em liberdade, mas sendo monitorada

iG Minas Gerais | bernardo miranda |

Todos os sete detidos durante as manifestações em Belo Horizonte foram soltos, mas três deles estão sendo monitorados por tornozeleiras eletrônicas. Entre eles está uma mulher presa por depredar a viatura da Polícia Civil em um protesto no dia da abertura da Copa do Mundo, na sede do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), na região Centro-Sul.  

O superintendente de Investigações da Polícia Civil, delegado Jeferson Botelho, explicou que a medida foi tomada para garantir a ordem na cidade. “Há vários quesitos avaliados para determinar quem vai utilizar a tornozeleira eletrônica. É uma medida que substitui a prisão em flagrante e permite que a pessoa fique em liberdade, mas sendo monitorada. É usada se o Estado entender que será benéfica para manutenção da ordem”, explicou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave