Fiéis se unem por Dia de Nossa Senhora do Carmo

Foram realizadas várias missas durante o dia; à noite, católicos seguiram em uma procissão

iG Minas Gerais | Cinthia Ramalho |

Homenagem.Procissão fez parte da celebração da santa responsável por levar os fiéis para a salvação
DENILTON DIAS / O TEMPO
Homenagem.Procissão fez parte da celebração da santa responsável por levar os fiéis para a salvação

Fiéis se reuniram nessa quarta na paróquia Nossa Senhora do Carmo, no bairro Sion, na região Centro-Sul da capital, para celebrar o dia da padroeira. A data é de grande importância para os moradores de Belo Horizonte, já que a igreja foi fundada na mesma época que a cidade e, em sua construção, contou com o trabalho e a ajuda dos católicos que moravam na capital.

“A história da paróquia se mistura com a de Belo Horizonte. A igreja era uma pequena capela, que foi acompanhando o ritmo de crescimento da cidade”, explica o frei Miguel Guzzo Coutinho.

Durante todo o dia, o frei Evaldo Gomes Chavier celebrou oito missas, todas repletas de fiéis que foram à igreja para agradecer e pedir proteção à santa. Por volta das 19h30, os católicos saíram em uma procissão, encerrando as comemorações pelo dia sagrado.

“Nossa Senhora do Carmo recebeu esse nome porque apareceu para o povo no monte Carmelo, em Israel. Além disso, ela carrega todo o sentido de proteção, já que é encarregada de levar as pessoas para a salvação, junto a Jesus”, explicou o frei Miguel.

Heloisa Passos, 67, é catequista da paróquia e acompanhou a missa das 18h30 para pedir proteção para a família. “Sou moradora do bairro e frequento esta igreja há mais de 60 anos. Ela faz parte da nossa comunidade, e eu não poderia deixar de vir pedir proteção em uma data tão importante”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave