É dia de Cruzeiro na ‘Toca III’

Time estrelado recebe o Vitória, às 21h, pela 10ª rodada do Brasileirão e mira manter a liderança

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Estratégia. Para reambientar a equipe, técnico Marcelo Oliveira comandou um treino leve, ontem, no próprio palco da partida de hoje
douglas magno
Estratégia. Para reambientar a equipe, técnico Marcelo Oliveira comandou um treino leve, ontem, no próprio palco da partida de hoje

Para os brasileiros, a última lembrança do estádio Mineirão é a pior possível, após a derrota de 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo. Para os cruzeirenses, em um cenário recente, o estádio é sinônimo de show do time celeste, com uma equipe jogando por música, massacrando os seus adversários e conquistando títulos, como o Brasileiro de 2013 e o Mineiro de 2014.

Por isso, a nação azul não vê a hora de ver a agremiação estrelada no local novamente. Após quase dois meses longe do Gigante da Pampulha, a Raposa voltar a jogar no local nesta quinta e enfrenta o Vitória, às 21h, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nesse período, o Mineirão passou por mudanças estéticas e estruturais para receber o Mundial. Agora, o estádio está realizando ajustes, como a retirada de adesivos e a desmontagem de estruturas para receber os cruzeirenses novamente.

Por todo esse contexto de retorno e para manter a liderança da Série A, a Raposa espera apresentar um futebol “padrão Fifa”, reeditando as grandes apresentações realizadas no Gigante da Pampulha desde que o estádio foi reaberto em 2013, após a reforma para a Copa. A agremiação estrelada soma 19 pontos e “vai bem, obrigado” na parte de cima da tabela do Brasileirão.

O volante Lucas Silva lamenta a lembrança negativa pela goleada alemã, porém vê com entusiasmo o retorno cruzeirense ao estádio e espera por grandes atuações da equipe estrelada. “Com certeza vai ser muito bom voltar ao Mineirão, a nossa casa. A torcida está com saudade do Mineirão e de ver o Cruzeiro jogar. Independentemente do que ficou na Copa, o Cruzeiro vai fazer sempre seu futebol aqui. A gente espera emplacar, como no ano passado, vitórias em casa e fora”, declarou.

O zagueiro Léo comemora o fato de voltar a jogar no Gigante da Pampulha, por onde passaram grandes estrelas do futebol mundial na Copa, e por reencontrar a “Toca III” e a torcida celeste. “Sensação muito boa (voltar ao Mineirão). Quando víamos pela televisão todos aqueles craques vindo aqui jogar, era muito legal. A gente até repetiu (nos treinos) algumas comemorações que vimos nos jogos. É legal a gente pode voltar à nossa casa, ao nosso estádio, para podermos iniciar as partidas e buscar as vitórias diante de nossa torcida, que sempre nos incentiva e nos apoia tanto”, festejou.

Caso Willian

Presidente otimista. Nesta quarta, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, falou sobre o acordo para permanência do atacante Willian no Cruzeiro. Segundo ele, um acordo está prestes a sair. “A proposta que fizemos ao Metalist-UCR é de € 4 milhões (cerca de R$ 12 milhões). Mas não será um pagamento à vista, será parcelado. Agora, o que estamos discutindo com eles é a forma de recebermos o documento dessa transação”, explicou Gilvan.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave