Lavrador se entrega depois de matar a mulher e doar bebê a sitiantes

Vítima foi esfaqueada e corpo escondido em matagal de Campo do Meio, no último dia 10; bebê foi devolvido a familiares

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um lavrador suspeito de matar a mulher se entregou à Polícia Civil de Campos Gerais, no Sul de Minas, nessa terça-feira (15).

De acordo com a Polícia Militar (PM), Ricardo Pereira, de 46 anos, esfaqueou Vanessa Aparecida Comunian, 23, e escondeu o corpo em uma mata de Campo do Meio, onde moravam, por não aceitar o fim do relacionamento.

No dia do crime, por volta das 8h, o homem saiu de casa com a vítima e o filho recém-nascido, e de carro seguiram para o local conhecido como "Serrinha". Lá, ele golpeou a mulher e escondeu o corpo em mata fechada, e de difícil acesso. Por conta da chuva, o Corsa cinza do lavrador ficou preso em um lamaçal. Ricardo deixou o local a pé, e depois entregou o filho a um casal de sitiantes da cidade.

No mesmo dia, ele ligou para a Polícia e informou onde estava o corpo de Vanessa, e também o endereço em que havia deixado o filho. A mulher foi enterrada no sábado (11), e a criança entregue a familiares da vítima. O lavrador ainda ameaçou matar outras quatros pessoas que zombavam dele, acusando a ex-mulher de um possível adultério.

Ainda segundo a PM, Ricardo era conhecido por todos na cidade como uma boa pessoa, apesar de já ter agredido a vítima outras vezes, quando ela quis dar fim à relação. Ricardo não tinha passagens por outros crimes.

Depois de confessar o assassinato à Polícia Civil, ele foi encaminhado ao presídio de Campos Gerais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave