Jornalista chinês causa confusão na chegada de Xi Jinping ao Congresso

O jornalista tentou entrar no plenário sem um selo específico de identificação que foi distribuído anteriormente e com um tripé para câmeras de vídeo

iG Minas Gerais | Da redação |

Um jornalista da imprensa oficial chinesa protagonizou, nesta quarta-feira (16), uma briga na porta do plenário da Câmara dos Deputados no momento em que o presidente da China, Xi Jinping, chegava ao Congresso para participar de uma sessão solene com os congressistas brasileiros.

De acordo com o assessoria de imprensa da Câmara, o jornalista que não teve seu nome identificado e divulgado, tentou entrar no plenário sem um selo específico de identificação que foi distribuído anteriormente e com um tripé para câmeras de vídeo.

Como o equipamento não é permitido dentro do local, a segurança da Casa barrou seu ingresso. Neste momento, ele teria empurrado o tripé em um dos seguranças e outros o seguraram para contê-lo. O jornalista e os seguranças chegaram a cair no chão, mas ele logo foi solto.

Indignado, ele falou em inglês: "vocês viram como a imprensa chinesa é tratada". O profissional afirmou que iria registrar um boletim de ocorrência, mas até a às 19h30 desta quarta ainda não o havia feito.

Segundo a assessoria, os locais de filmagem e de cobertura dos jornalistas chineses foram combinados previamente com a comitiva de imprensa em reuniões preparatórias. A Embaixada da China credenciou 89 profissionais da imprensa oficial e 22 técnicos para operaram os equipamentos de transmissão de imagens.

A assessoria informou que assim que a confusão foi normalizada, o jornalista e um fotógrafo que estava com ele foram conduzidos para dentro do plenário. Ele entrou com sua câmera de vídeo mas deixou o tripé do lado de fora.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave