Homem é preso suspeito de engravidar sobrinha e abusar da filha deles

A denúncia chegou à polícia após o Conselho Tutelar mostrar à polícia uma carta anônima que relatava os crimes praticados pelo suspeito

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Foi preso nessa terça-feira (15) o suspeito de engravidar a sobrinha e ainda abusar da filha dos dois, de apenas 6 anos, em Grão Mogol, no Norte de Minas. Ele foi preso por porte ilegal de arma e está sendo investigado pelos crimes de abuso de menor e estupro.

De acordo com informações da delegada Maria Angélica Prado, que está com o caso, Paulo Rodrigues de Souza, 43, começou a ser investigado nessa terça. O abuso foi confirmado pela sobrinha dele, que atualmente, tem 21 anos. Ela tem uma filha de 6 anos e outro de dois anos, e a suspeita é que Paulo seja pai dos dois.

“Contabilizando o tempo da gestação e mais a idade da menina, ela tinha menos de 14 anos na época em que engravidou. Provavelmente foi quando os abusos começaram. Ele confessou que tinha relações com a sobrinha, mas não com a menina de 6 anos. Vamos verificar se ele chegou a registrar as crianças em seu nome, para ver se haverá a necessidade de pedir um exame de DNA”, disse a delegada.

A denúncia do abuso a sobrinha-neta de 6 anos partiu do Conselho Tutelar. As crianças, atualmente, estão com a mãe, até que o caso seja concluído. “Ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo, e a ideia, é mantê-lo preso até conseguirmos confirmar os abusos, para então, decretar sua prisão pelos crimes que ele pode ter cometido”, esclareceu Prado.

A denúncia

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi deslocada para a zona rural de Grão Mogol, após receber uma denúncia anônima que chegou ao Conselho Tutelar da cidade por meio de uma carta escrita à mão. Seu conteúdo dava conta de que o homem mantinha relações sexuais com a sobrinha desde quando ela tinha 13 anos e que ela já havia tido dois filhos com ele. Além disso, o suspeito ameaçava os vizinhos dizendo que se eles chamassem a polícia, ele já estava com uma arma preparada para receber quem fosse a casa dele.

Paulo foi encontrado em uma moto, perto de casa, e foi abordado pelos militares. na casa dele foram apreendidas uma garrucha de calibre 32 com capacidade para dois disparos e três cartuchos de munição do mesmo calibre, além de duas espingardas de fabricação artesanal.

Conforme relatado pelas conselheiras tutelares, a carta também dizia que a sobrinha dele já havia sofrido um aborto antes de ter a primeira filha aos 16 anos. As conselheiras, arroladas como testemunhas do caso, também contaram que a jovem chegou a tentar namorar um rapaz, mas acabou voltando a se relacionar com o tio.

A menina de 6 anos chegou a contar às conselheiras tutelares que algumas vezes o suspeito passava a mão em seus órgãos genitais e a beijava. As investigações continuam. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave