Eamon Sullivan deixa natação e se aposenta por lesão

Sullivan chegou a ser recordista mundial das provas dos 50 e 100 metros livre

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A natação perdeu nesta quarta-feira um dos seus principais nomes das provas de velocidade na atualidade. Ex-recordista mundial e dono de três medalhas olímpicas, o australiano Eamon Sullivan anunciou a sua aposentadoria do esporte por causa de uma lesão no ombro.

A decisão de Sullivan foi confirmada apenas algumas semanas após ele ser descartado da equipe de natação da Austrália para os Jogos da Commonwealth, em Glasgow, em razão dessa contusão. "No fim, o meu corpo me derrubou, por isso estou muito decepcionado, mas esta é a hora certa", anunciou.

Sullivan, de 28 anos, chegou a ser recordista mundial das provas dos 50 e 100 metros livre, sendo um dos principais rivais do brasileiro Cesar Cielo. Em 2008, por exemplo, ele conquistou três medalhas na Olimpíada de Pequim, sendo duas em provas de revezamento.

Na disputa dos 100 metros livre, ele garantiu a prata, enquanto Cielo faturou o bronze. Depois, nos 50 metros, o brasileiro faturou o ouro e Sullivan ficou apenas na sexta colocação. Já em Mundiais, o australiano possui três medalhas, sendo duas de ouro no revezamento 4x100 metros medley, em 2007, e no 4x100 metros livre, em 2011.

Apesar da aposentadoria, Sullivan vinha fazendo uma boa temporada, tanto que tinha o quarto melhor tempo do mundo nos 50 metros livre em 2014, com 21s65. A melhor marca do mundo no ano é de Cielo, com 21s39.

Leia tudo sobre: Eamon Sullivandeixanataçaolesao