Nhá Chica agora é medalha de honra

Uma comissão a ser formada pelo governador vai escolher os ganhadores da comenda

iG Minas Gerais |

Mineira de Baependi, Nhá Chica é a 1ª negra a ser beatificada no Brasil - sábado, dia 4 de maio de 2013
MARIELA GUIMARÃES/OTEMPO
Mineira de Baependi, Nhá Chica é a 1ª negra a ser beatificada no Brasil - sábado, dia 4 de maio de 2013

O governador Alberto Pinto Coelho (PP) sancionou ontem a lei que cria a Comenda Nhá Chica, em homenagem à beata mineira Francisca de Paula de Jesus (1810-1895). A premiação será entregue a pessoas físicas e jurídicas que tenham se destacado no Estado.

A intenção é agraciar com o prêmio empresas ou pessoas que desenvolverem projetos ligados à saúde e ao bem-estar da população. Os projetos devem promover avanço nas pesquisas científicas e tecnológicas para o fomento da saúde pública, combate à fome, à miséria, além de melhoria nas condições básicas de saúde.

A norma teve origem em um projeto de lei de autoria do deputado estadual Dalmo Ribeiro Silva (PSDB).

Indicações. Uma comissão a ser formada pelo governador vai escolher os ganhadores da comenda. Por lei, o grupo tem que contar com a presença do prefeito em exercício de Baependi, município do Sul de Minas Gerais onde viveu e morreu Nhá Chica.

A cerimônia vai acontecer em todo dia 2 de maio, sempre em Baependi. Os premiados ganham diploma e medalha de honra. 

Entenda

História da beata. Conhecida como “mãe dos pobres”, Nhá Chica foi a primeira negra, analfabeta e filha de escrava a receber o título de beata pela Igreja Católica no Brasil. Ela morreu em 1895, aos 87 anos. Nhá Chica foi beatificada em 2012 por Bento XVI.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave