Suspeito de comprar bebê por R$ 2.000 é detido em Novo Cruzeiro

Homem foi preso em flagrante, em um cartório da cidade, enquanto tentava registrar a criança em seu nome

iG Minas Gerais | BRUNA CARMONA |

Um homem foi preso em flagrante nessa segunda-feira (14), enquanto tentava registrar uma recém-nascida como sua filha, em Novo Cruzeiro, no Vale do Jequitinhonha. De acordo com a Polícia Civil, Anderson Machado da Costa teria comprado a criança da mãe por R$ 2.000 e pretendia levar o bebê para Guarulhos, em São Paulo. Costa foi detido em um cartório da cidade, que já estava sendo monitorado pela Polícia Civil há alguns dias, devido a uma denúncia anônima.

O denunciante informou à corporação que na madrugada do dia 13 de julho, uma mulher chamada Santa Ferreira Rodrigues deu à luz a um bebê e estaria planejando vendê-lo a um homem pela quantia de R$ 2.000. Ainda segundo o denunciante, a criança seria registrada em um cartório da região com o nome de Emanuele.

De posse da informação, a Polícia Civil montou uma operação em vários cartórios para flagrar o suspeito e, na tarde dessa segunda-feira, ele foi detido. A mãe da criança também foi detida e presa por tentar comercializar uma criança, mas pagou fiança e foi liberada. Costa foi detido pelo mesmo crime e também por tentar registrar em seu nome uma criança que não era sua filha.

A menina está sob os cuidados do Conselho Tutelar de Novo Cruzeiro. O delegado Arthur de Oliveira Simões, responsável pelo caso, já ouviu testemunhas que estavam no cartório e deve ouvir mais algumas pessoas para concluir o inquérito.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave