Valdivia: Gostaria de ficar até velho, mas o clube precisa da grana

Meia chileno confirmou ida para o Al Fujairah, dos Emirados Árabes, mas jurou amor eterno ao Palmeiras

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Valdivia quer dar sua parcela de contribuição na campanha palmeirense na Série B
REPRODUÇÃO/PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK
Valdivia quer dar sua parcela de contribuição na campanha palmeirense na Série B

O meia-atacante Valdivia confirmou no final da noite de segunda-feira (14) que está de saída do Palmeiras. Em uma carta de despedida, o jogador disse que gostaria de ficar, mas será negociado porque o clube "precisa dessa grana". O chileno está de saída para o Al Fujairah, dos Emirados Árabes. O Palmeiras já aceitou a proposta de 5,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 16 milhões). Deste valor, 54% ficariam com o Palmeiras, 36% iriam para o conselheiro Osório Furlan, que ajudou na contratação do jogador. O atleta deve abrir mão dos 10% a que teria direito para arcar com a multa existente em cláusula contratual. O Al Ain, ex-clube do jogador, estipulou valor de R$ 2 milhões em multa caso Valdivia fosse negociado com outro clube do Oriente Médio. "Meu futuro está num outro clube a partir de agora, mas minha adoração por este clube será por toda a vida. Gostaria de ter ficado até velho por aqui, mas o clube precisa dessa grana. Espero que vocês entendam e vejam que sou um eternamente agradecido a vocês", publicou Valdivia em seu Instagram. Na mensagem, Valdivia lembrou também do sequestro-relâmpago sofrido em 2012 e da passagem pela Série B de 2012. "Não tem palavras para explicar o que este clube representa para a minha vida. E não falo de futebol, falo de vida, de aprendizado. De seis anos que me entreguei, bem ou mal, mas fiquei diante de todas as adversidades, sequestro, agressão, tudo isso me fez querer mais o clube. Fui muito feliz disputando uma segunda divisão pelo clube que amo, voltando o clube onde nunca jamais deverá sair". CONFIRA A MENSAGEM NA ÍNTEGRA "Não tem palavras para explicar o que este clube representa para a minha vida. E não falo de futebol, falo de vida, de aprendizado. De seis anos que me entreguei, bem ou mal, mas fiquei diante de todas as adversidades, sequestro, agressão, tudo isso me fez querer mais o clube. Sou e por sempre serei agradecido à torcida, ao clube, às pessoas que sempre me apoiaram em todos os momentos. Fui muito feliz disputando uma segunda divisão pelo clube que amo, voltando o clube onde nunca jamais deverá sair. Meu futuro está num outro clube a partir de agora, mas minha adoração por este clube será por toda a vida. Gostaria de ter ficado até velho por aqui, mas o clube precisa dessa grana. Espero que vocês entendam e vejam que sou um eternamente agradecido a vocês. Por sempre agradecido e por sempre Porco."

Leia tudo sobre: palmeirasvaldiviameiaadeusdespedidamercadofutebol