Dilma pede mais quatro anos

Dilma fez elogios a seu governo e também aos governos dos Estados e cidades onde houve jogos

iG Minas Gerais |

Brasília. A presidente Dilma Rousseff afirmou, nessa segunda, que o Brasil derrotou os pessimistas e fez com que a anunciada Copa das Copas se tornasse realidade. De cada 20 turistas estrangeiros que vieram ao Brasil durante a Copa,19 têm intenção de voltar ao país.  

“Os torcedores e amantes do futebol asseguraram uma festa que sem dúvida é uma das mais bonitas do mundo. A gente dizia que teríamos a Copa das Copas. Nós tivemos a Copa das Copas”, disse Dilma, acrescentando: “O Brasil demonstrou sua capacidade de organização. Os vaticínios, os prognósticos que se faziam sobre a copa eram os mais terríveis possíveis. Começava do ‘não vai ter Copa’ até a ‘Copa do caos’. Enfim, nós derrotamos essa previsão pessimista e realizamos uma imensa, maravilhosa contribuição, a Copa das Copas.”

Dilma fez elogios a seu governo e também aos governos dos Estados e cidades onde houve jogos. Segundo ela, foi um esforço conjunto, que também contou com o apoio do povo brasileiro.

Já em entrevista à TV árabe Al-Jazeera, Dilma tratou abertamente sobre o pleito deste ano. Indagada sobre os motivos para o povo brasileiro lhe conceder um novo mandato, a presidente deixou claro qual será o tom de campanha: disse que será uma “disputa democrática entre quem sabe fazer e quem teve a oportunidade de fazer e não conseguiu”. Em seguida, pediu mais quatro anos de mandato.

“Acredito que o povo brasileiro deve me dar uma oportunidade de um novo período de governo pelo fato de que nós fazemos parte de um projeto que transformou o Brasil”, declarou.

Intervenção

Reforma. O ministro Aloizio Mercadante defendeu a realização de uma reforma no futebol por meio da implantação de políticas públicas, mas negou qualquer tipo de intervenção no esporte.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave