Jogadores e comissão técnica do América avaliam tetra da Alemanha

Para o técnico Moacir Júnior, seleção alemã fez um jogo com muita disciplina tática

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

ESPORTES : BELO HORIZONTE - MG - CT LANNA DRUMMOND. TREINO AMERICA MG. NA FOTO: MOACIR JUNIOR
Foto: Andre Fossati / O Tempo / 14.02.2014
ANDRE FOSSATI / O TEMPO
ESPORTES : BELO HORIZONTE - MG - CT LANNA DRUMMOND. TREINO AMERICA MG. NA FOTO: MOACIR JUNIOR Foto: Andre Fossati / O Tempo / 14.02.2014

O tetracampeonato mundial conquistado pela Alemanha na final contra a Argentina foi um dos assuntos comentados pelos jogadores e comissão técnica do América nesta segunda-feira, após o treino da equipe realizado na Arena Independência. “Fiquei muito sentido com o que aconteceu com a nossa seleção. Não queria nunca estar na pele dos jogadores brasileiros. Mas acredito que eles tentaram fazer o melhor para buscar o pentacampeonato”, afirmou o atacante Obina.

Obina elogiou a Alemanha, que segundo ele mostrou o melhor futebol da competição, e comentou ainda a declaração do camaronês Eto´o, que antes do jogo de sua seleção contra a Croácia entrou na bricandeira afirmando que o atacante americano era melhor do que ele. “Foi uma brincadeira saúdavel. O Eto´o é top e eu quero apenas continuar trabalhando para fazer os meus golzinhos”, ressaltou o jogador, que nesta temporada já marcou dez gols com a camisa alviverde.

Para o técnico Moacir Júnior, a Copa do Mundo foi um grande aprendizado. “Tivemos a chance de aprender com a seleção da Alemanha. Os alemães jogaram compactados e com uma disciplina tática muito grande. O que é normal naquele país, que começa a preparar seus jogadores para atuarem assim com 14, 15 anos. No Brasil, é mais difícil trabalhar essa filosofia com os nossos atletas, mas, é um exemplo a ser seguido”, destacou o treinador americano.

Leia tudo sobre: ObinaMoacir JúniorEto´oAméricaAlemanhaIndependênciatreinomelhortetracampeonato