Mascherano exalta superação argentina durante a Copa

Defensor também reconheceu que será difícil a Argentina encontrar uma outra Copa do Mundo com circunstâncias tão favoráveis ao título

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Jogador argentino preferiu não comentar polêmica frase e disse que era assunto do grupo
Reprodução Facebook
Jogador argentino preferiu não comentar polêmica frase e disse que era assunto do grupo

Rio de Janeiro. A Argentina foi valente. Enfrentou de igual para igual o poderio do futebol alemão. Em alguns momentos, a Albiceleste esteve bem próxima de conquistar o tão desejado tricampeonato, mas quem sorriu por último foi a Alemanha. Aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação, Mario Götze aproveitou o cochilo da defesa argentina para fuzilar a meta defendida por Romero. Um golpe fatal no coração de Javier Mascherano, um dos líderes da equipe hermana.

“Jogamos de igual com uma equipe que, em teoria é uma ‘fera’, que jogou apenas 45 minutos na semifinal, enquanto nós jogamos 120. Mas estivemos à altura das circunstâncias, creio que jogamos como deve ser em uma final, e lamento muito que não conseguimos sair daqui com o título”, afirmou o volante.

O sentimento de dor é ainda maior para Mascherano, que em sua terceira Copa do Mundo avaliou que as circunstâncias do torneio, disputado no Brasil, eram extremamente favoráveis ao título argentino. Entre elas, a presença em peso da torcida. 

“Vai ser muito difícil encontrarmos algum outro campeonato com as circunstâncias do que encontramos aqui”, disse.

Abatido, o jogador ao menos destacou a superação do plantel argentino. De desacreditados, os albicelestes passaram a favoritos ao título mundial.

“Apesar da tristeza, o que esta Copa provou é que juntos com a torcida somos uma massa, imparável. Chegamos aqui desacreditados e terminamos jogando uma final contra a Alemanha e com chances muito reais de ganhar”, concluiu Mascherano.