Schweinsteiger contesta prêmio de craque da Copa dado a Messi

Na visão do meio-campista, outros jogadores mereciam a honraria, entre eles os companheiros Müller, Neuer e Lahm

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Schweinsteiger consola Lionel Messi após derrota no Maracanã
FACEBOOK/REPRODUÇÃO/BAYERN DE MUNIQUE
Schweinsteiger consola Lionel Messi após derrota no Maracanã

Rio de Janeiro. O prêmio de melhor jogador da Copa do Mundo não ficou com os alemães, tetracampeões do torneio e donos do melhor futebol da atualidade. Como consolo, a honraria acabou parando nas mãos de Messi, o camisa 10 da Argentina, seleção vice-campeã mundial. A decisão da Fifa foi contestada pelo meio-campista alemão Schweinsteiger. Na visão do jogador, outros atletas mereciam ocupar o posto.

“Eu respeito a decisão, mas tenho outra opinião. Quando vejo jogadores como Thomas Müller, Neuer e Lahm, grandes caras e que fizeram um ótimo torneio, penso que eles também mereciam ter ganhado este prêmio”, avaliou.

Messi ficou a frente do meia-atacante alemão Thomas Müller, segundo colocado, e do atacante holandês Arjen Robben, terceiro.

Desde 1998, nenhum jogador da seleção campeã é premiado como o melhor atleta da Copa. O último a receber esse reconhecimento e levantar a taça foi Romário, no Mundial dos Estados Unidos.