‘Flalemanha’ funciona e festeja título no Maracanã

O torcedor do Flamengo não teve dúvida e fez questão de apoiar a seleção alemã.

iG Minas Gerais | Da redação |

douglas magno
undefined

O torcedor da seleção brasileira se dividiu, neste domingo, entre os dois finalistas da Copa do Mundo, Alemanha e Argentina que se enfrentaram no Maracanã. Mas o torcedor do Flamengo não teve dúvida e fez questão de apoiar a seleção alemã. Os bares da Praça Varnhagen, no Rio de Janeiro, ponto de encontro de torcedores cariocas em dias de jogos, foram tomados por torcedores rubro-negros na tarde de ontem. O primeiro momento de vibração ocorreu logo após o gol argentino, que acabou anulado pelo juiz. Após alguns segundos de comemoração dos poucos argentinos presentes no local, os flamenguistas fizeram a festa após o gol não ser considerado válido. “Nesta Copa, torci mais para a Alemanha do que para o Brasil. Tudo por causa da camisa”, disse o flamenguista Douglas Ribeiro, 33, que vestia a camisa vermelha e preta da seleção alemã semelhante à do time carioca.

O lançamento da camisa, ainda antes da Copa, aproximou os flamenguistas dos alemães ao longo do Mundial. “Os alemães vieram preparados para ganhar, não só dentro de campo, mas em todas as frentes. A camisa parecida com a do Flamengo virou um grande sucesso de vendas. Tanto que comprei a minha em São Paulo, porque elas já estavam esgotadas nas lojas do Rio”, disse o publicitário Gustavo Araújo, 37, que também assistiu a partida num dos bares da Praça Varnhagen. A flamenguista Hayume Ramos, 22, comprou uma jaqueta da seleção alemã após a derrota do Brasil na Copa. A moça vibrou com a vitória sobre os argentinos. “Os argentinos são chatos com essa história de torcer. Gostam de provocar. Este foi o melhor momento desta Copa”, opinou Hayume.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave