Mutantes lançam box com sete discos de toda a carreira

iG Minas Gerais |

Neste mês, como se não bastasse o aniversário de 40 anos do emblemático “Loki”, primeiro e conturbado álbum solo de Arnaldo Baptista lançado pela Phillips em 1974, os Mutantes anunciaram que vão lançar um box com sete discos remasterizados do grupo. O presente para os fãs tem previsão de chegar às lojas de todo o país no próximo dia 29 de julho, incluindo uma compilação com gravações demo e outras canções raras da época em que a banda tinha em sua formação o trio Arnaldo Baptista, seu irmão Sérgio Dias e a mulher Rita Lee.

Com preço sugerido pela Universal Music de R$ 180, o box vai conter relançamentos dos discos “Os Mutantes” (1968), “Mutantes” (1969), “Ando Meio Desligado” (1970), “Jardim Elétrico” (1971), “Mutantes e Seus Cometas no País dos Baurets” (1972), “Tecnicolor” (2000), além de “Mande um Abraço pra Velha”, uma compilação especial de gravações raras da banda.

Como “Loki” foi relançado pela Universal Music em 2009, o disco não foi contemplado entre as novas edições deste ano. Para Arnaldo Baptista, que não fala com o irmão Sérgio Dias desde o retorno comemorativo dos Mutantes em 2006, com Zélia Duncan substituindo Rita Lee nos vocais, o relançamento dos discos da banda soa como uma nostalgia que ele guarda com carinho. “As melhores lembranças que tenho, eu não apaguei. Mas o Sérgio me deixou escondido na turnê dos Mutantes de 2006, cantei pouco e toquei piano no fundo do palco. Não faço questão de falar mais com ele, que nunca quis me visitar nesse tempo todo que vivo em Minas”, diz.

Procurado pelo Magazine, Sérgio Dias disse apenas guardar “muito amor do irmão” e ressaltou que todos os desentendimentos do passado foram resolvidos. Sem falar com Arnaldo Baptista desde a década de 70, Rita Lee foi procurada diversas vezes pela reportagem, mas sua assessoria de imprensa informou que ela não tem nenhum interesse em comentar o assunto. (LS)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave