Argentinos sofrem com conquista alemã em BH

Com bandeiras, rostos pintados, os argentinos sofreram com as chances desperdiçadas

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Tradicional ponto de encontro de argentinos em Belo Horizonte, o Pizza Sur, no bairro Cruzeiro, recebeu neste domingo um grande número de torcedores para acompanhar a final da Copa do Mundo entre Argentina e Alemanha. O gol alemão marcado no segundo tempo da prorrogação foi um copa de água fria na animada torcida que lotou a casa e fez uma grande festa antes e durante o jogo. Com bandeiras, rostos pintados, os argentinos sofreram com as chances desperdiçadas por Higuaín, que no primeiro tempo não soube se aproveitar de vacilo da defensiva alemã para deixar a albiceleste em vantagem e ainda teve um gol bem anulado pela arbitragem.

Veio a etapa complementar para desespero dos torcedores a Argentina continuou desperdiçando boas chances, principalmente em bolas com Messi, Higuaín e Aguuero. As chegadas da Alemanha deixavam tenso os argentinos que mais uma vez, como havia acontecido contra a Holanda, viram a sua seleção ter de disputar mais uma prorrogação. Para tentar incentivar a seleção, eles começaram os gritos de "Sou Argentina e o sentimento não pode parar", mas a Argentina perdeu chance incrível de ficar na frente com Palácio. "Meu Deus, pode perder gol assim não", afirmou um torcedor enrolada em uma bandeira com os olhos vermelhos.

O gol da Alemanha logo no início do segundo tempo da prorrogação foi um golpe nos torcedores. Alguns ainda tentaram incentivar com cânticos, mas a equipe Alemã soube aproveitar o desespero argentino para administrar o resultado e garantir seu quarto título mundial. Após o apito final do jogo, o reconhecimento. Mesmo com a perda do terceiro título, os torcedores aplaudiram a Argentina reconhecendo o empenho dos jogadores. "Estou muito triste. Queria muito que a Argentina ganhasse essa Copa", afirmou. Proprietário do Pizza Sur, o argentino Gustavo Roman lamentou o resultado.

"Foi um jogo maravilhoso e a Argentina jogou com muita raça. Estou triste porque perdemos a chance de conquistar o tricampeonato aqui no Brasil, mas estamos de parabéns porque honramos o futebol latino americano", afirmou Gustavo Roman. No Brasil há 14 anos, sendo 11 anos somente em Belo Horizonte, Gustavo Roman estava confiante de que Messi e seus companheiros conseguiram esse título. "Não ganhamos, mas valeu por tudo o que a Argentina fez na competição"  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave