Götze faz o gol do título e 'unifica' a Alemanha

Considerado o 'Messi alemão', jovem de 22 anos se torna o sexto atleta a fazer gols dos títulos da seleção germânica

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Rio de Janeiro (RJ). Mario Götze. Anote bem este nome porque ele será falado por muitas e muitas gerações. Considerado o “Messi alemão”, o camisa 19 fez aquilo que o craque argentino não conseguiu fazer. O Maracanã estava apreensivo. Alemães e argentinos travavam um duelo equilibrado, digno do histórico de pelejas entre os rivais. Mas, aos sete min do segundo tempo da prorrogação, Götze, o baixinho que saiu do banco de reservas, aproveitou o cruzamento de Schürrle, matou a bola no peito e chutou firme para vencer o goleiro Romero.  

Um gol que entrou para a história do esporte, um daqueles lances que ficará para sempre na memória de crianças, de jovens, idosos, homens e mulheres que amam este esporte chamado futebol. Lágrimas no rosto argentino brotaram, é verdade, mas a felicidade escancarada no rosto de cada alemão é a imagem de uma Copa que merecia ser vencida pela equipe dona do melhor futebol.

Para coroar a talentosa geração alemã, nada melhor do que um gol marcado por uma de suas mais preciosas promessas. Aos 22 anos de idade, Götze iguala os feitos de Morlock e Rahn, em 1954; Breitner e Müller, em 1974; e Andreas Brehme, em 1990, autores dos gols que deram os títulos mundiais à Alemanha.

Revelado pelo Borussia Dortmund, o jogador se envolveu em uma polêmica recente no futebol alemão ao acertar sua transferência para o Bayern de Munique, rival do clube conhecido por sua fanática torcida. Mas neste domingo, dia 13 de julho de 2014, todas as mágoas que ainda ficavam no coração de seus críticos dissiparam-se por completo. Götze fez a Alemanha ser uma só. 

Leia tudo sobre: AlemanhaArgentina