Jornais argentinos choram, enquanto imprensa alemã vibra com a quarta

Jornais de todo o mundo repercutem a final da Copa do Mundo, com destaque para a eficiência da agora tetracampeã

iG Minas Gerais | Folha Press |

“Nos tiraram o sonho”, estampou o Olé
“Nos tiraram o sonho”, estampou o Olé

O mundo inteiro se rendeu ao quarto título da Alemanha e o gol marcado por Gotze, aos 8 minutos do segundo tempo da prorrogação, virou manchetes nos principais jornais, seja eles esportivos ou não. O mais famoso diário argentino é o Olé, marcado por provocações aos brasileiros. A manchete pela não chegada do terceiro título mundial foi sincera: “Nos tiraram o sonho”. Outros jornais argentinos, como não seria diferente, também lamentaram bastante a terceira derrota em cinco finais de Copa do Mundo. O Clarín foi de “O sonho argentino se frustrou na prorrogação”, enquanto o El Día, de La Plata, ressaltou o empenho dos jogadore: “Pouco prêmio para muita luta”. Outro diário de Buenos Aires, o La Nacion lembrou que a conquista esteve tão perto em alguns momentos: “Argentina perde com gol no fim e o coração sente tão perto da glória”. Contrastando com a tristeza dos jornais argentinos, as principais publicações da Alemanha ressaltaram o feito de Joachim Löw e seus comandados. O Bild resumiu bem o sentimento de toda a nação “Nós somos campeões do mundo”. O mesmo rumo seguiu o Welt, com “Finalmente a quarta estrela está aqui”. Em 18 participações na Copa do Mundo, a Alemanha tem quatro títulos, com oito finais e 13 semifinais. A constante presença alemã entre os primeiros colocados faz com que a imprensa dos demais países europeus se renda à eficiência  germânica. O Marca, da Espanha, destaca o título com “Sempre Alemanha”, enquanto o L’Équipe, da França, mostram o fim de uma procura que durou 24 anos: “E no final, são os alemães que vencem”. Jornais da América do Sul, Central e do Norte também dão destaque à final da Copa do Mundo. Até mesmo quem não se dedica exclusivamente a esporte dá a principal manchete para conquista da Alemanha. Caso do americano New York Times, que usou uma manchete bem simples: “Alemanha ganha a Copa do Mundo 2014”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave