Inconfidência Mineira ainda vive na memória

iG Minas Gerais |

Longe dos desfiles de rua, a escola de samba do coração dos moradores do bairro Concórdia, na região Nordeste da capital, resiste no imaginário da comunidade. Foi a partir da paixão pelo samba e da vontade de movimentar o local, onde viveu muitos anos com a família, que o sambista José Luiz Lourenço, 87 – o Mestre Conga –, fundou o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Inconfidência Mineira, em 1950. Extinta, a agremiação está presente na memória dos moradores, que recontam com carinho essa história e sonham em ver a Inconfidência Mineira no Carnaval de novo.

Em meados de 1946, antes de criar a Inconfidência Mineira, ele participou da Escola Remodelação da Floresta, no bairro vizinho. A agremiação sambista do bairro Concórdia surgiu no barracão da família do Mestre Conga, na rua Itapeva. Aos poucos, ganhou corpo o que viria a ser uma das escolas mais importantes de Minas, inclusive com prêmios importantes.

“Foi com amigos e meus parentes que começamos o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Inconfidência Mineira. Aqui (no bairro Concórdia) o samba é uma forma de resistência”, resume Mestre Conga. (BF)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave