Minientrevista

Jaime Ribeiro - Presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas/Simelp

iG Minas Gerais |

O Sindicato Intermunicipal da Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Barbacena e Região (Simelp) representa cerca de 14 empresas, como está a situação do setor? Sofremos com a perda de duas indústrias grandes de tecelagem por terem fechado, em grande parte, em função do impacto de produtos chineses no Brasil. Mas, por outro lado, como a diversificação é bem grande, o impacto foi menor do que em uma região que agregamuita coisa direcionada a um polo.

O que é preciso para atrair mais indústrias para a região?   Atrair indústrias de porte siderúrgico, nós não temos condições. Barbacena não tem um polo de água, nossa água é difícil. Eu acho que Barbacena tem que tentar desenvolver uma indústria de tecnologia, de componentes eletrônicos, indústrias que não necessitam muito de recursos naturais, como a água. Nós estamos na entrada da área de metalurgia do Estado, Barbacena é considerada um portal da metalurgia mineira. (HL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave