Argentinos assistem à derrota brasileira e criam nova música

Na orla do Rio de Janeiro, onde estão hospedados, hermanos fizeram variação de "Brasil decime que se siente" após 3 a 0 da Holanda

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

Público foi à praia de Copacabana ver ao jogo, e derrota animou argentinos
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Público foi à praia de Copacabana ver ao jogo, e derrota animou argentinos

Rio de Janeiro. Principal ponto de concentração do torcedor na capital fluminense, a torcida argentina canta e vibra sem cansar na Praia de Copacabana neste sábado. No domingo, a Argentina decide o Mundial contra a Alemanha, no Maracanã.

Enquanto parte dos torcedores assistiam ao jogo entre Brasil e Holanda na Fan Fest ou em quiosques da orla, os argentinos se aglomeravam em grupos cada vez maiores para gritar uma nova versão da música que embalou a seleção no torneio.

“Brasil, diga-me o que sente, estar de fora do Mundial”, diz o trecho da nova provocação argentina. Segundo expectativa das autoridades, cerca de 100 mil argentinos estarão na cidade para a final da Copa.

Muitos torcedores estão sem ingressos e tentam, a todo custo, conseguir a entrada abordando profissionais credenciados ou exibindo placas ou anúncios pelas ruas.

Adversários. A torcida alemã, não estava assim, tão integrada e barulhenta como a dos argentinos. Eles, no entanto, estão por todo lado, pintados com as cores do país. A Fifa divulgou que cerca de 13 mil alemães e outros 13 mil argentinos estarão no estádio para a decisão.

Leia tudo sobre: copa do mundoargentinosrio de janeiroorladerrotaterceiro lugarbrasilmúsicaprovocação