'Jogar no Real é meu sonho', diz James Rodríguez

Meia revelou ser um fã do Real desde pequeno e explicou os motivos em entrevista ao jornal espanhol Marca

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

undefined

A Copa do Mundo teve no colombiano James Rodríguez um de seus principais destaques. Autor de seis gols e ainda artilheiro da competição, mesmo após a queda de sua seleção ainda nas quartas de final, o jogador, que completa 23 anos neste sábado, despontou para o futebol mundial e já virou alvo de diversas especulações. Entre os interessados em contratá-lo estaria o Real Madrid, clube pelo qual o jogador admite ter o "sonho" de atuar.

"É um sonho, posso dizer, mas também um privilégio jogar ao lado de jogadores de tanta qualidade, todos eles estrelas de primeiro nível. É o sonho da minha vida. Se isso finalmente acontecer, só quero desfrutar", declarou o meia em entrevista ao jornal espanhol Marca.

Revelado pelo Envigado, da Colômbia, James Rodríguez despontou no Banfield, da Argentina, e logo foi para o Porto, onde atuou por três temporadas. Seduzido pelos milhões do novo rico do futebol europeu, o Monaco, foi para o futebol francês na última temporada. Apesar de admitir o desejo de ir para o Real, ele fez questão de exaltar seu atual clube.

"Ao Monaco sou eternamente grato, ao presidente Dmitry (Rybolovlev), ao Vadim (Vasilyev, vice-presidente), porque me deram esta oportunidade. É um clube que tem um projeto esportivo importante. É evidente que para mim seria um sonho jogar no Real Madrid, mas sempre respeitarei meu clube, que é quem terá a última palavra", afirmou.

O meia revelou ser um fã do Real desde pequeno e explicou os motivos. "Desde a época do Zidane, Ronaldo 'Fenômeno', Roberto Carlos e Fernando Hierro que comecei a gostar do Real. Era a equipe dos 'galácticos'. Desde então, torço sempre", comentou. "Tinha o temido ataque do Ronaldo, Raul e as demais estrelas, que dava gosto de ver jogar".

James Rodríguez sabe que, apesar da torcida, pode acabar indo para outro clube, mas parece não se assustar em declarar seu amor pelo Real. "Não me importo, porque é algo que sinto em meu coração. Respeito muito todas as equipes, respeito e admiro o futebol que jogam, mas no final, o Real é o Real. Sempre gostei, já disse antes".

Leia tudo sobre: james rodriguezfutebolreal madridespanhajogarsonho