Canadenses se impressionam com 'caveirão' na porta do Mané Garrincha

Torcedores que chegam para o jogo entre Brasil e Holanda pediram para conhecer, de dentro, o veículo, que não existe em seu país

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI E GUILHERME GUIMARÃES |

Veronique gostou do interior do veículo da polícia brasiliense
GUILHERME GUIMARÃES - WEBREPÓRTER
Veronique gostou do interior do veículo da polícia brasiliense

BRASÍLIA (DF). Nem só as belezas do Brasil encantam ou despertam a curiosidade dos turistas estrangeiros. O forte aparato militar nas cidades-sede da Copa do Mundo mexe com o imaginário e impressionam quem vem de fora.

Veronique Tasse, canadense de Montreal, ficou impressionada com a quantidade de militares que se dirigiam ao entorno do estádio Mané Garrincha, em Brasília, palco do jogo entre Brasil e Holanda, partida que decidirá o terceiro lugar no Mundial neste sábado.

"No Canadá existe força especial de polícia, mas não desse jeito. Quando vi muitos policiais saindo dos ônibus perto do estádio fiquei impressionada", contou a canadense.

No Brasil há duas semanas, Veronique, acompanhada de dois amigos, visitou, além da capital federal, São Paulo e Rio de Janeiro. O jogo entre Brasil e Holanda será o único a ser visto nas arquibancadas de um estádio da Copa.

Como os índices de violência no Canadá não são altos como o do Brasil, caminhões ao estilo "Caveirão" também chamaram a atenção de Veronique.  Tanto é que a canadense fez questão de pedir aos militares para conhecer por dentro o carro do Batalhão de Choque brasiliense.

"Impressionante, parece veículo de guerra", falou.