Jogos do Rio serão prioridade após Copa, diz presidente do COI

A partir desta segunda-feira, governo brasileiro começará a definir organização das Olimpíadas do Rio

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

TASSO MARCELO/AGÊNCIA ESTADO
undefined

O presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach, disse que os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, serão "prioridade absoluta" para o governo brasileiro a partir de segunda-feira (14), um dia depois do término da Copa do Mundo.

"Fiquei satisfeito ao constatar que a presidente Rousseff considera os Jogos e o que eles representarão, e foi muito bom ouvir que os Jogos e seu legado serão uma prioridade absoluta", disse Bach após encontro com a presidente Dilma Rousseff.

"Tanto ela e seu governo como o COI compartilham as mesmas prioridades. E isto significa fazer dos Jogos Olímpicos de 2016 um grande sucesso", acrescentou.

Sobre a organização do Mundial, que termina no domingo (13) com a final entre Alemanha e Argentina, Bach mostrou-se satisfeito.

"O Brasil pode ficar muito orgulhoso da organização desta Copa do Mundo", afirmou o presidente do COI.

Na sexta-feira (11), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), disse que o sucesso da Copa ajudará a acalmar as inquietações sobre a organização dos Jogos Olímpicos. O vice-presidente do COI, John Coates, chegou a dizer em abril que a organização dos Jogos do Rio era a "pior" que havia visto em 40 anos de experiência.