Festival de Inverno terá bicicletas compartilhadas

Foram arrecadadas 33 bikes para o projeto; após ação, veículos serão doados para ocupação urbana

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |


Rodrigues, um dos organizadores, conta com cooperação de usuários
douglas magno
Rodrigues, um dos organizadores, conta com cooperação de usuários

O campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) vai ser palco, a partir da próxima semana, de um novo experimento para compartilhar bicicletas. A ideia surgiu durante a preparação para a 46ª edição do Festival de Inverno da universidade, que começa no próximo dia 18, com o objetivo de ofertar um meio alternativo de transporte.

A expectativa é que dezenas de pessoas utilizem o serviço para se deslocar dentro do campus, seguindo a programação de debates, oficinas e shows. As 33 bicicletas que serão utilizadas no projeto foram arrecadadas pelos organizadores por meio de doações, e passarão por reforma antes de serem utilizadas, gratuitamente, pelos participantes do festival. Ao final, todas serão doadas para a ocupação Rosa Leão, no bairro Jaqueline, na região Norte, com a intenção de que um projeto semelhante seja implantado no local. “Será um experimento social, e a expectativa é a melhor possível. Estamos contando com a boa vontade e a cooperação dos usuários. As pessoas estão entusiasmadas”, afirmou Caio Rodrigues, um dos organizadores. Programação. Para que a ideia dê certo, o grupo, que já tem 27 inscritos, fará, entre segunda e quarta-feira da semana que vem, uma oficina de conserto das bicicletas descartadas. Na quinta-feira, bicicletários de bambu serão confeccionados e instalados em quatro pontos-chave do campus. A partir da sexta-feira, data do início do festival, terão início o sistema de compartilhamento – que inclui o remanejamento das bikes entre as estações – e a construção de mapas e ciclovias. Questionada sobre a possibilidade de o projeto continuar após o festival, a assessoria de imprensa da UFMG informou que a implantação de ciclovias no campus está prevista em seu plano diretor, mas depende de estudos de viabilização que ainda serão feitos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave