Filme em casa ganha o lugar do cinema

De acordo com uma pesquisa feita pelo site especializado em cinema Filme B, entre 2001 e 2012, o valor das entradas subiu 100%

iG Minas Gerais | Thais Pimentel |

Além de cortar a alimentação em restaurantes e lanchonetes, os brasileiros estão fazendo outras concessões para preservar o bolso. Uma delas é a ida ao cinema. Em Belo Horizonte, os ingressos no fim de semana podem chegar a custar R$ 26. “Eu já deixei de ir. Os preços são absurdos. Prefiro ver os filmes em casa mesmo”, desabafa o professor Paulo Roberto Barbosa.

De acordo com uma pesquisa feita pelo site especializado em cinema Filme B, entre 2001 e 2012, o valor das entradas subiu 100%. Se, há 13 anos, pagava-se R$ 5,50 para assistir a um longa na telona, 11 anos mais tarde esse valor chegou a R$ 11,01 na média nacional, segundo o levantamento do site.

A expectativa das distribuidoras e exibidoras de filmes era de que neste ano haveria uma retração frente a 2013. Mas, por enquanto, os blockbusters vêm segurando o mercado. Neste primeiro semestre, o setor já faturou R$ 1 bilhão em arrecadação. Aquecimento.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave