Thiago Silva não quer nem pensar em repetição de filme de 2010

Capitão brasileiro espera que equipe vença adversário deste sábado e saia com um terceiro lugar honroso para o país

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI E GUILHERME GUIMARÃES |

Thiago Silva confia em boa participação do Brasil na Copa das Confederações
Jefferson Bernardes / VIPCOMM
Thiago Silva confia em boa participação do Brasil na Copa das Confederações

BRASÍLIA (DF). Mesmo sem esconder a frustração pela derrota sofrida contra a Alemanha, o zagueiro e capitão da seleção brasileira Thiago Silva garantiu que sua motivação é a maior possível para o jogo deste sábado contra a Holanda. Os dois times entram em campo às 17h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo.

“Foi criada uma grande expectativa de sermos campeões e sabíamos que isso era possível. Eu não estava em campo, mas me incluo no time que perdeu. Fiquei sem dormir várias noites pensando na final que não estaremos presentes. Mas isso não apaga o nosso ânimo por tentar representar nosso país da melhor forma. O objetivo será outro, mas estará em jogo nossa honra e dignidade”, sentencia o capitão.

Para Thiago Silva, o momento é de tentar esquecer o que passou e tentar focar nos próximos objetivos, por mais difícil que seja ignorar o passado recente. “Quando você veste a camisa da seleção, é preciso respeitá-la. Tivemos uma derrota dura e temos tudo para virar a página. É vida que segue. Teremos outro adversário de qualidade pela frente”, comenta.

O defensor aproveitou para elogiar o time da Holanda, bastante conhecido do Brasil. Em 2010, os europeus foram os responsáveis por eliminar a seleção brasileira da Copa do Mundo na África do Sul. “Eles tem, basicamente, o mesmo time daquela época. Eu saí muito triste daquela partida e não quero que isso se repita. A Holanda poderia, muito bem, estar na final. Temos que tentar fazer um grande jogo para amenizar o sofrimento do nosso último jogo”, revela.