Muricy prevê times sofrendo em retomada do Brasileirão

Embora as equipes tenham aproveitado o período para realizar vários treinamentos físicos, treinador que nada é capaz de substituir a intensidade de partidas oficiais

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Muricy chega com árdua missão de tirar o São Paulo de crise na temporada
RUBENS CHIRI/ SAOPAULOFC.NET
Muricy chega com árdua missão de tirar o São Paulo de crise na temporada

O fato de que o Campeonato Brasileiro completará 45 dias de paralisação por causa da disputa da Copa do Mundo faz o técnico Muricy Ramalho acreditar que os clubes irão sofrer para recuperar o ritmo que tinham na retomada da competição, a partir da próxima quarta-feira, quando será iniciada a décima rodada do torneio.

Embora as equipes tenham aproveitado o período para realizar vários treinamentos físicos, além de amistosos e jogos-treino, o comandante lembra que nada disso é capaz de substituir a intensidade de partidas oficiais. "Perde um pouco da competitividade, mesmo porque a Copa mexeu com todo mundo, a gente fica meio viciado em ver grandes jogos. Não paramos de treinar, mas mexe um pouco, e com certeza todos os times do Brasileiro vão sofrer um pouco na retomada por falta de ritmo", ressaltou o treinador, em entrevista publicada nesta sexta-feira pelo site oficial do São Paulo.

Muricy, entretanto, reconhece que a alta carga de treinamentos deverá provocar partidas intensas na parte física a partir desta décima rodada do Brasileirão.

"Com certeza vai ter muita correria, porque todos se prepararam bem fisicamente, mas acho que o futebol vai sofrer um pouco ainda porque é muito tempo sem jogar e isso afeta a partida", disse, lembrando que ritmo de jogo é uma coisa, e correria, outra.

E o técnico não se ilude com o fato de que o São Paulo disputou um amistoso (contra o Orlando City) e quatro jogos-treino (diante de Jacksonville, Ocala PDL, Taboão da Serra e Nacional). "Amistoso e jogo-treino é o que mais se aproxima de um jogo, ajuda na preparação. Mesmo assim, nada se compara a uma partida de competição. O ritmo de jogo só virá com o decorrer dos jogos" enfatizou.

O São Paulo voltará a jogar pelo Brasileirão na próxima quarta-feira, contra o Bahia, às 22 horas, na Fonte Nova, em Salvador. O time é o atual quarto colocado da competição, com 16 pontos ganhos.