Vespasiano irá acautelar menores ‘provisoriamente’

Anúncio de destino para menor apreendido em Betim foi feito na segunda (7) pelo secretário de Estado de Defesa Social; novo centro socioeducativo deverá ser entregue em seis meses

iG Minas Gerais | Dayse Resende |

FOTO: MOISES SILVA / OTEMPO
undefined

 

A situação dos menores infratores de Betim, que, quando apreendidos, são encaminhados para uma cela da Delegacia Regional, parece estar longe de ter um fim. É que, nesta semana, durante inauguração do Centro de Referência do Programa Fica Vivo no bairro Jardim Alterosas, o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, informou que esses adolescentes deverão ser acautelados provisoriamente no Centro Socioeducativo de Vespasiano, até Betim encontrar um imóvel que possa ser adaptado para tal finalidade.   “Temos procurado, em parceria com a prefeitura, um imóvel para daptá-lo para a construção dessa unidade. Mas, enquanto isso não acontece, já há um centro sendo construído em Vespasiano, que ficará pronto em seis meses, com 40 vagas para internação de adolescentes em conflito com a lei. Ele vai atender à demanda de Contagem e Betim, cidades que não têm um local próprio para acautelar esses jovens”, informou.    Apesar de reconhecer que a capacidade ainda é muito pequena diante da demanda desses municípios, que aparecem no topo em pesquisas sobre a criminalidade em Minas, o secretário acredita que esse será um passo importante para a segurança pública. “Sabemos que o município precisa de um centro próprio, porém, infelizmente, no passado, Betim cometeu alguns equívocos, inclusive o de proibir a criação de um centro socioeducativo na cidade. Isso foi um erro, já que a demanda é extremamente alta e influencia muito negativamente nos números da segurança pública”, ressaltou.    Questionado sobre o assunto, o prefeito Carlaile Pedrosa informou que um novo imóvel, desta vez, no bairro PTB, será apresentado ao Estado nos próximos dias para que possa ser avaliado. “No ano passado, o município ofereceu dois imóveis ao Estado, porém, não houve aprovação. Agora, encontramos um outro imóvel, grande e em uma região pouco habitada. Uma equipe da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) fará a vistoria, e, se der certo, criaremos esse centro em breve na cidade”, garantiu.   Vale lembrar que a cela do 2º Distrito Policial, para onde os menores infratores de Betim eram encaminhados, foi desativada em maio de 2012.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave