Após prorrogar permanência no STF, Joaquim Barbosa tira férias

De acordo com a assessoria de imprensa da Corte, mesmo tendo pedido adiamento da aposentadoria para facilitar a transição, o ministro pode fazer a paralisação

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, irá tirar férias entre 14 e 31 de julho. Neste período, o vice-presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, ficará responsável pelos processos em andamento.

No fim de maio, Barbosa anunciou sua aposentadoria do STF, que estava marcada para julho. Na semana passada, no entanto, o ministro pediu o adiamento de sua saída para o dia 6 de agosto. A explicação dada é de que a transição para a equipe de Ricardo Lewandowski, que assumirá a presidência da Corte, estaria sendo feita "às pressas", já que julho é mês de recesso do Judiciário.

De acordo com a assessoria de imprensa da Corte, mesmo tendo pedido adiamento da aposentadoria para facilitar a transição, o ministro pode tirar férias porque o processo é conduzido pela sua equipe de confiança.

Assim que retornar, Barbosa deverá presidir mais uma sessão da Corte, marcada para o dia 1º de agosto. O ministro já se despediu do cargo na semana passada quando presidiu o que seria sua última sessão. Na ocasião, ele disse que seria um cidadão qualquer, "absolutamente livre para tomar posições que entender necessárias e apropriadas".

Barbosa poderia permanecer até 2024, quando completará 70 anos, idade em que os ministros são obrigados a deixar o cargo. Ao se aposentar, Barbosa vai receber o salário integral de R$ 29,4 mil, segundo assessores.

FUTEBOL

Na semana passada, o ministro criou uma conta no Twitter com o perfil @joaquimboficial e desde então, deu opiniões sobre a escalação da seleção brasileira durante a Copa do Mundo. Nesta quarta-feira (9), Barbosa elogiou a vitória da Argentina sobre a Holanda nos pênaltis. "Saudável sobrevida latino-americana na Copa!", escreveu o ministro. Ele já tem mais de 20 mil seguidores na rede social.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave