Maior parte tem superior completo

iG Minas Gerais | Aline Labbate / Isabella Lacerda |

Quase a metade dos mineiros que pediram o registro de candidatura à Câmara Federal e à Assembleia possui escolaridade superior. Dos 635 candidatos a deputado federal de Minas, 304 concluíram pelo menos uma graduação, ou seja, 47,87% do total. Na disputa pela Assembleia, a proporção é um pouco inferior: 42,4% têm ensino superior completo.

Outros 13 candidatos a deputado federal declararam que sabem ler e escrever, e 26 disseram ter o ensino fundamental incompleto. Entre as candidaturas a deputado estadual, 15 afirmaram que não frequentaram a escola, enquanto 65 disseram à Justiça Eleitoral ter abandonado os estudos antes de concluir o ensino fundamental.

Estado civil. O perfil dos postulantes mineiros às vagas da Assembleia e da Câmara Federal neste ano mostra que a maioria é casada. Entre os candidatos a deputado estadual, 56,14% possuem marido ou esposa, enquanto 28,75% se declaram solteiros. O restante é viúvo ou divorciado.

A proporção é quase idêntica à dos postulantes à Câmara: 56,06% disseram ser casados, enquanto 28,50% são solteiros, segundo o TRE. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave