Chance de sacudir a poeira e dar a volta por cima

A goleada sofrida para a Alemanha por 7 a 1, no Mineirão, deixou marcas

iG Minas Gerais | Josias Pereira |

Aprendizagem. Brasil pode usar o exemplo da Alemanha, 3º lugar nas duas últimas Copas, para buscar motivação
LEO FONTES / O TEMPO
Aprendizagem. Brasil pode usar o exemplo da Alemanha, 3º lugar nas duas últimas Copas, para buscar motivação

Agora é hora de juntar os cacos. A goleada sofrida para a Alemanha por 7 a 1, no Mineirão, deixou marcas. Feridas profundas que precisarão estar ao menos estancadas para que, no próximo sábado, a seleção brasileira entre em campo e dispute com a Holanda o terceiro lugar do torneio, em Brasília, no Mané Garrincha.

“Tivemos uma derrota ruim, foram seis minutos de uma pane geral. Agora vamos trabalhar para montar o time para o jogo de sábado, que também passa ser importante para nós. Um novo sonho que temos: terminar a Copa em terceiro lugar”, disse nessa quarta o abatido técnico Felipão, que de responsável pelo pentacampeonato agora pode transformar-se em um dos maiores vilões do futebol nacional.

Esta será a quarta vez na história em que o Brasil disputará o ingrato posto. Agora, com um agravante: o Mundial está sendo realizado no país. Mas o que tirar de lição desta partida? A melhor resposta é a própria Alemanha. A equipe germânica é a que mais participou de disputas de terceiro lugar em Copas. Foram cinco no total, a última delas na África do Sul, em 2010. Mas os tricampeões mundiais passaram pelo mesmo clima de decepção, sentido pelos brasileiros, em 2006. As proporções e circunstâncias são diferentes, mas os ensinamentos são válidos.

Anfitriã da Copa, a Alemanha acabou sendo eliminada dentro de casa pela Itália, nas semifinais. Em Dortmund, os rivais europeus protagonizaram um duelo épico, decidido apenas na prorrogação. Quando a partida se encaminhava para os pênaltis, Grosso e Del Piero deram fim ao sonho alemão de ser tetracampeão do mundo dentro de casa. Naquela ocasião, cinco jogadores que participaram do “Massacre no Mineirão” estiveram em campo – Mertesacker, Lahm, Schweinsteiger, Klose e Podolski. Oito anos depois e após duas Copas seguidas disputando – e conquistando – o terceiro lugar, os germânicos deram a volta por cima e agora têm a chance de conquistar o tão desejado triunfo.

“Eu acho que consigo imaginar o que foi sentido. Lembrem-se de 2006, quando perdemos a chance de chegar à final. Qualquer país sente essa decepção. Essa derrota será difícil para o Brasil digerir”, relembra Joachim Löw, técnico alemão que à época era auxiliar de Jürgen Klinsmann.

A Alemanha, por sinal, é a única seleção que conquistou o terceiro lugar em uma Copa e, no Mundial seguinte, conquistou o título. O feito aconteceu na década de 1970. No México, a seleção brasileira conquistou o título de forma irredutível. Mas naquele certame, a Alemanha Ocidental foi a terceira colocada ao vencer o Uruguai por 1 a 0, gol de Wolfgang Overath. Quatro anos depois, jogando em casa, os alemães foram bicampeões mundiais ao triunfarem sobre a Holanda por 2 a 1.

Bom resultado Se para algumas seleções a disputa de terceiro lugar não vale nada, para outras é a posição mais expressiva conquistada em Mundiais. Em 1966, Portugal encantou o mundo com um futebol veloz e a estrela de Eusébio. Na semifinal, a equipe lusitana sucumbiu diante dos ingleses, donos da casa. Na disputa de terceiro lugar contra a União Soviética, o Pantera Negra chegou ao seu nono gol no Mundial e conquistou o melhor resultado dos lusitanos em Copas do Mundo.

Dois na posição A primeira Copa do Mundo registrou dois terceiros lugares. Derrotados na semifinal, Estados Unidos e Iugoslávia ficaram empatados no posto. Até hoje, este é o melhor desempenho norte-americano em Mundiais. Foram duas vitórias por 3 a 0 na primeira fase. No mata-mata, os norte-americanos foram goleados pela Argentina por 6 a 1. Atuando dentro de casa, os uruguaios, embalados pelo bicampeonato olímpico, conquistaram o título mundial diante dos rivais argentinos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave