SSP critica levantamento de Ouvidoria das Polícias de São Paulo

Levantamento aponta que Estado registrou 27 queixas de assassinato e outras cinco reclamações de prisões que Secretaria de Segurança Pública considera "arbitrárias ou ilegais" durante a Copa do Mundo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ao comentar levantamento da Ouvidoria das Policias do Estado de São Paulo, que registrou 27 queixas de assassinato e outras cinco reclamações de prisões que o órgão considera "arbitrárias ou ilegais" durante a Copa do Mundo (entre o dia 12 de junho e a última terça-feira, 8), a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-SP) afirmou que, "como é de conhecimento da Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo", todos os casos são "objeto de investigação por meio de inquérito policial".

A pasta também disse que as mortes com a participação de policiais são apuradas pelas corregedorias das duas polícias que atuam no Estado. A secretaria lamentou o levantamento feito pelo órgão e disse que criar "efemérides ou factóides" usando um intervalo específico de tempo "é estratégia demagógica de marketing". A secretaria também afirmou que os advogados detidos na Praça Roosevelt, citados no levantamento feito pela ouvidoria, foram detidos "somente após desacatarem policiais".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave