Moradores do entorno do viaduto podem ser removidos de suas casas

Embora alegue que a medida só será tomada em último caso, a Defesa Civil municipal acredita na possibilidade em virtude dos riscos de trepidações e de projeção de objetos, e da intensificação do barulho e da poeira

iG Minas Gerais | Luiza Muzzi |

JOAO GODINHO/ O TEMPO
undefined

Moradores dos condomínios Antares e Savana, próximos ao viaduto Batalha dos Guararapes, na Pedro I, podem ser removidos temporariamente de seus apartamentos durante o trabalho pericial que será feito em um pilar da estrutura. Embora alegue que a medida só será tomada em último caso, a Defesa Civil municipal acredita na possibilidade em virtude dos riscos de trepidações e de projeção de objetos, e da intensificação do barulho e da poeira. O elevado desabou na última quinta-feira (3), deixando duas pessoas mortas e 23 feridas.

Em entrevista à imprensa no meio da tarde, o gerente operacional da Defesa Civil, Waldir Figueiredo, disse acreditar ser “difícil que as pessoas permaneçam”. Mais tarde, porém, o coordenador do órgão, coronel Alexandre Lucas, afirmou que a remoção só será tomada em último caso e em comum acordo com os moradores. “As medidas de segurança vão ser adotadas dentro de um escalonamento, que pode chegar à retirada de alguns moradores”, afirmou Alexandre Lucas. “Já conversamos com dois deles sobre a possibilidade dessa remoção, mas essa é uma medida extrema, que só é tomada quando a segurança é imperativa”.

Para definir como serão feitas essas intervenções, foi realizada, no fim da tarde, uma reunião entre membros da Polícia Civil, técnicos e engenheiros da Defesa Civil, da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), da construtora Cowan – responsável pela obra do viaduto – e da Solum – empresa que fez a demolição do elevado. Segundo Alexandre Lucas, os trabalhos da chamada “fase crítica da operação” estão sendo pensados de modo a garantir a segurança de trabalhadores e moradores e a preservação das provas. 

Veja vídeo de uma moradora do condomínio Antares:

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave