Mulher de Marcio Lacerda visitou família de vítima da queda do viaduto

Família falou sobre a visita pouco antes da missa de sétimo dia de Hanna Cristina Santos, 25, que ocorre nesta quarta; família também fará protesto

iG Minas Gerais | Natália Oliveira / Cinthia Ramalho |

Cidades - Belo Horizonte - MG
Missa de setimo dia de Hanna, motorista do onibus que foi atingido pela queda do viaduto na Av Dom Pedro I

FOTO: GUSTAVO BAXTER / O TEMPO - 09.07.2014
GUSTAVO BAXTER/ O TEMPO
Cidades - Belo Horizonte - MG Missa de setimo dia de Hanna, motorista do onibus que foi atingido pela queda do viaduto na Av Dom Pedro I FOTO: GUSTAVO BAXTER / O TEMPO - 09.07.2014

Começou às 19h desta quarta-feira (9) a missa de sétimo dia da morte da motorista de ônibus Hanna Cristina Santos, 25, que foi atingida pela queda do viaduto dos Guararapés, na avenida Pedro i, na última quinta-feira (3). Pouco antes da celebração, que está realizada na paróquia Nossa Senhora da Conceição no bairro itapuã, na região da Pampulha, o pai da vítima, o aposentado José Antônio dos Santos, 71, contou que a mulher do prefeito Marcio Lacerda foi até a casa dele para conversar.

O aposentado não informou o teor da conversa da mulher do prefeito com ele, mas informou que foi uma visita em solidariedade pela morte. Segundo ele, a Cowan, empresa responsável, pela construção do viaduto que desabou, também procurou a família.

A empresa quer marcar uma reunião com a família para definir uma indenização. Segundo a família, eles têm interesse em receber o valor do ônibus e também do tempo em que o veículo está parado. As informações foram dadas pela família pouco antes do início da celebração.

Na missa há cerca de 100 pessoas. Todos estão vestidos com camisas brancas com a foto da vítima e as frases.:“Hanna nossa heroína, guerreira e sempre eterna. Para sempre em nossos corações. Te amamos sempre”.  Um protesto está marcado para o local da tragédia nesta quarta, logo após a celebração. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave