Deputados podem criar CPI para investigar queda de viaduto

São necessárias 26 assinaturas para a abertura da CPI, até a tarde desta quarta-feira (9) já haviam 12 assinaturas a favor

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Cidades - Belo Horizonte - MG
Recapeamento da via da Avenida Pedro I depois da retirada do viaduto que caiu na quarta-feira da semana passada

FOTO: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO - 09.07.2014
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Cidades - Belo Horizonte - MG Recapeamento da via da Avenida Pedro I depois da retirada do viaduto que caiu na quarta-feira da semana passada FOTO: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO - 09.07.2014

A deputada Liza Prado (PROS), presidenta da Comissão da Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e efetiva da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da ALMG está colhendo assinaturas para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a queda do viaduto dos Guarapés, na última quinta-feira (3) que deixou duas pessoas mortas.

O objetivo é que em 120 dias a comissão ouça os envolvidos no acidente, investigue as causas da queda e fiscalize as investigações feita pela Polícia Civil. Até a tarde desta quarta-feira (9), ela já conseguiu 12 assinaturas a favor e para a criação da CPI são necessárias 26.

Se não conseguir o apoio necessário ela pretende criar uma comissão especial para realizar visitas técnicas ao local do acidente. Até o momento, além da autora, assinaram o pedido de abertura de CPI os deputados: Adelmo Carneiro Leão (PT); Almir Paraca (PT); Cabo Júlio (PMDB); Durval Angelo (PT); Fábio Cherem (PSD); Gilberto Abramo (PRB); Marcos Abreu (PTB); Rogério Correa (PT); Sargento Rodrigues (PDT); Ulysses Gomes (PT) e Tony Carlos (PMDB).

No último sábado (5) um grupo com 14 vereadores também esteve no local da tragédia. Eles decidiram  criar uma comissão temporária de representação para acompanhar a apuração relativa ao desabamento do viaduto Guararapes.

Nesta quarta-feira, o trabalho de limpeza do foi retomado. Depois da retirada de todos os escombros a via será recapeada. A previsão é que até o próximo sábado, o trânsito esteja liberado na avenida. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave