Fifa suspende Nigéria por interferência estatal em federação

Após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo, dirigente da entidade que administra o futebol nigeriano foi retirado do cargo pelo governo do país

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Partida terminou empatada por 0 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba
Reprodução/ Twitter
Partida terminou empatada por 0 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba

A Fifa anunciou nesta quarta-feira (9) a suspensão da Federação Nigeriana de Futebol (NFF) devido à interferência do governo do país na entidade.

Com a punição, nenhum clube ou seleção poderá participar de torneios internacionais e nem mesmo disputar amistosos contra equipes de outros países.

A primeira afetada, caso a punição não seja revertida até o dia 15 de julho, será a seleção nigeriana feminina sub-20, que ficaria impedida de disputar o Mundial da categoria, entre 5 e 24 de agosto.

A suspensão é resultado da reação do governo nigeriano à campanha do time na Copa do Mundo. Revoltado com a eliminação nas oitavas de final e com ameaças de greves dos jogadores por conta da premiação do Mundial, o presidente Goodluck Jonathan pediu a prisão do mandatário da NFF, Aminu Maigari, e ordenou a destituição da alta cúpula da federação -substituída por alguém indicado pelo governo.

Antes da suspensão, a Fifa já havia cobrado explicações do governo nigeriano. Pelo regulamento da entidade, suas afiliadas devem ser independentes do Estado e livres de interferência externa.

Leia tudo sobre: NigériafederaçãofutebolpuniçãoFifa