Até agora, 267 estrangeiros foram impedidos de entrar no país

Os barrados são de diversas nacionalidades e constam em listas expedidas pelos países que participaram do Mundial

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Da abertura da Copa do Mundo, no dia 12 de junho, até hoje (9), a Polícia Federal impediu a entrada no Brasil de 267 estrangeiros. Os motivos vão desde o envolvimento com pedofilia a histórico de violência em estádios.

Os barrados são de diversas nacionalidades e constam em listas expedidas pelos países que participaram do Mundial. A Argentina, por exemplo, repassou às autoridades brasileiras mais de 2 mil nomes de barrabravas, torcedores impedidos de frequentar estádios naquele país por envolvimento em ações violentas durante jogos de futebol.

Até o momento, do total de estrangeiros barrados, 44 foram identificados como barrabravas. Apenas nesta semana, três tiveram o ingresso no Brasil proibido. Eles tentavam entrar o país pela fronteira do Rio Grande do Sul.

Além dos torcedores argentinos, um norte-americano foi impedido de entrar no país por ter o nome incluido em uma lista de envolvidos com pedofilia.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave