Premiê de Israel decide intensificar ataques contra o Hamas em Gaza

Pelo menos duas crianças morreram nesta quarta-feira em um dos ataques do Exército israelense contra uma casa no centro da Faixa de Gaza

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, prometeu nesta quarta-feira intensificar os ataques contra o movimento islamita Hamas na Faixa de Gaza, que já matou ao menos 38 palestinos.

"Decidimos intensificar os ataques contra o Hamas e as outras organizações terroristas em Gaza", declarou Netanyahu, segundo um comunicado divulgado por seu gabinete.

"O Hamas pagará um preço alto pelos tiros contra a população civil. A segurança dos israelenses é primordial e esta operação continuará até que os disparos contra as localidades israelenses parem e a calma volte", acrescenta o texto.

Enquanto as forças de Israel continuam a atacar alvos em Gaza, o Hamas também tem disparado foguetes. Ao menos quatro destes foram lançados em direção a Tel Aviv, sendo abatidos pelo sistema de defesa Domo de Ferro.

Um artefato de fabricação síria também caiu em Hedera, a cerca de 100 km da faixa de Gaza, sem deixar vítimas. A sirenes soaram ainda em Ashkelon, mais próxima do território palestino.

Pelo menos duas crianças morreram nesta quarta-feira em um dos ataques do Exército israelense contra uma casa no centro da Faixa de Gaza, o que eleva o número de menores mortos nos bombardeios das últimas horas para sete, segundo fontes médicas.

Asraf al Qedra, porta-voz de Emergências na Faixa, ressaltou que com esta novas mortes são já 14 as pessoas que morreram nesta quarta em ataques israelenses, sete delas crianças e adolescentes e cinco mulheres, entre elas uma idosa de 80 anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave