Nomes para substituir Felipão já começam a ser cogitados

Tite talvez seja a opção com mais força; outros treinadores considerados são Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

A humilhante derrota do Brasil sofrida pela Alemanha serviu, também, para acelerar as notícias da iminente saída de Felipão do cargo de treinador. O comandante já havia dado pistas de que deixaria o time após o Mundial.

Após a goleada de 7 a 1, ele preferiu desconversar e tratar do assunto somente após a decisão do terceiro lugar, que acontece neste sábado, em Brasília, contra o perdedor de Holanda e Argentina.

"Isso não é assunto para conversar agora. Tenho que trabalhar no jogo de sábado para fazer um bom resultado", resumiu Felipão, em coletiva de imprensa, após o revés para a Alemanha.

Nos bastidores, alguns nomes já circulam. O principal deles é o de Tite, que teve o Corinthians como último clube, por onde ganhou a Libertadores e também o Mundial. Outras opções que podem aparecer são de Vanderlei Luxemburgo, Muricy Ramalho e até mesmo de Alexandre Gallo, que atualmente comanda as seleções de base do Brasil.

A decisão será de Marco Polo del Nero, que irá assumir a presidência da CBF a partir de 2015. Ele deve consultar o atual presidente José Maria Marín, além de outros integrantes de sua confiança.

Boa parte da torcida e mídia brasileira, no entanto, são a favor de um técnico estrangeiro, fato que não parece ser considerado pela alta cúpula da CBF.

Pela seleção, Felipão soma 54 partidas, 38 vitórias, sete empates e nove derrotas, com 74,6% de aproveitamento. Uma das opções é que ele seja mantido na seleção, mas em outro cargo.