Lesão de Neymar pode custar à Fifa 714 mil reais

Entidade, que não deu puniu o causador da situação, terá que pagar salário de jogador a partir do 29º dia fora dos gramados, de acordo com Programa de Proteção a Clubes

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Vipcomm
undefined

O Barcelona ficou bastante preocupado com a situação de Neymar após a lesão na vértebra, mas apesar de perdê-lo para o início da temporada, poderá “economizar” com o afastamento do jogador. Isso porque o Programa de Proteção a Clubes exige que a Fifa arque com as despesas dos atletas que se lesionam depois de 28 dias que eles estiverem fora de campo. O brasileiro deve ser um grande prejuízo para a entidade.

Vendido a peso de ouro pelo Santos ao clube catalão, o atacante recebe um salário fixo de R$ 15,3 milhões anuais, e custaria diariamente à Fifa cerca de R$ 42 mil, ou 14 mil euros. O Barça só teria que pagar os direitos de imagens e outras cláusulas que estão no contrato do jogador.

Neymar está com uma lesão na terceira vértebra e a expectativa é que ele fique 45 dias sem jogar. A previsão foi dada pelo médica da seleção brasileira José Luiz Ronco. Ou seja, ao todo a entidade máxima do futebol gastaria, em 17 dias, R$ 714 mil.

O atacante ainda deve ser avaliado por um médico do seu time. Ele foi atingido nas costas pelo zagueiro Zúñiga nas quartas de final, contra a Colômbia, no dia 4 de julho.

Leia tudo sobre: lesãoneymarbarcelonasaláriofifaatacanteseleção brasileiravértebra