Jovem espanca, queima e mata 'amigo' de 15 anos após receber mordida

Dupla estava usando tíner em um loteamento quando começou a brigar

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Segundo delegado, Iago já havia cometido furtos na cidade
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Segundo delegado, Iago já havia cometido furtos na cidade

Um homem foi preso, nessa terça-feira (8), após matar um amigo de 15 anos em Arcos, na região Centro-Oeste do Estado. A vítima foi espancada e teve o corpo parcialmente queimado depois que mordeu o suspeito durante uma briga.

De acordo com o delegado de Formiga, Danilo César Basílio de Souza, que recebeu o caso, o crime aconteceu em um loteamento do bairro Eldorado e o corpo de Iago Petrônio de Paula foi encontrado por funcionários de uma construção.

“Os investigadores da delegacia de Arcos foram acionados e, em menos de sete horas, conseguiram localizar o suspeito e descobrir a motivação do crime. O jovem estava escondido em um canteiro de obras na zona rural do município”, contou o delegado.

Aos investigadores, Alander Merenciano contou que saiu de casa com o amigo para cheirar tíner. Já na construção, por motivo não esclarecido, eles começaram a brigar. No meio da confusão, Iago mordeu o jovem, que, irritado com a atitude do garoto, pegou um pedaço de plástico duro e começou a bater no rosto da vítima.

“Após perceber que o Iago estava desacordado, o Alander pegou o tíner, jogo no corpo do garoto e ateou fogo” explicou Souza.

Ainda segundo o delegado, a dupla já era conhecido no meio policial por envolvimento com o tráfico de drogas e vários furtos a residências. Na delegacia, o assassino confesso usou o direito de ficar calado.

A prisão do jovem foi ratificada por homicídio qualificado por motivo fútil. Caso seja condenado, Alander pode pegar de 12 a 30 anos de reclusão.

Leia tudo sobre: ARCOSMORDIDAAMIGOTÍNER