Limpeza da Pedro I recomeça e trânsito deve ser liberado neste sábado

Após retirada total dos escombros, a via deve começar a ser recapeada; Corpo de Bombeiros e Defesa Civil acompanham o trabalho no local

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

O trabalho de limpeza da avenida Pedro I, onde o viaduto Batalha dos Guararapes caiu, na última quinta-feira (3), foi retomada nesta manhã de quarta-feira (9). Após a finalização da retirada de todo o escombro, a via deve começar a ser recapeada. Uma carga de britas já chegou ao local, no bairro São João Batista, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte.

 

Cerca de 15 operários da prefeitura e da Cowan, empresa responsável pela construção do viaduto, fazem os trabalhos na avenida, sob a vistoria do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Municipal. A expectativa deste órgão é de que as pistas da Pedro I sejam liberadas para o tráfego até este sábado (4).

De acordo com o chefe da Defesa Civil Municipal, Alexandre Lucas, o recapeamento pode ir até o fim de semana, principalmente devido a uma possível demora da secagem da pista do Move, que é feita de concreto.

Lucas informou ainda que na parte da tarde será realizada uma reunião com engenheiros da construtora e peritos da Polícia Civil para definir estudar como será feita a demolição da parte do viaduto que foi preservada para a análise das causas do acidente. Terá que ser feito um trabalho mais cauteloso, já que o pedaço da estrutura que ainda está de pé fica bem próximo a prédios. Em uma possibilidade mais remota, um dos blocos de um dos prédios pode ser removido e os moradores abrigados em um hotel. A perícia coordenará a demolição até porque precisa avaliar a parte já demolida.

Nessa terça-feira (8), foi finalizada a demolição de parte da estrutura. Um pedaço do viaduto foi preservado para o trabalho de perícia.

O acidente  

Parte de um viaduto em construção calapsou sobre a avenida Pedro I, na altura do bairro São João Batista, e atingiu um ônibus circular, um Uno e dois caminhões vazios, usados na obra. A motorista do coletivo e o condutor do carro morreram no local. Outras 23 pessoas ficaram feridas. O último veículo prensado pela estrutura só foi retirado nessa terça-feira (8). Há seis dias, o trânsito está impedido no trecho.

Leia tudo sobre: viadutolimpezaescombrosrecuperação