Considerado 'pessoa estranha', Cafu é expulso de vestiário do Brasil

Após vexame, capitão do penta tentou conversar com grupo, mas foi barrado por seguranças da CBF

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cafú parabenizou especialmente o amigo Juan e quer ver Lúcio repetir seu gesto e erguer a taça de campeão
Reprodução/CBF
Cafú parabenizou especialmente o amigo Juan e quer ver Lúcio repetir seu gesto e erguer a taça de campeão

Não bastasse ter visto o fiasco em campo, o ex-jogador Cafu ainda passou por uma situação desagradável no Mineirão. O capitão do pentacampeonato fez questão de ir ao vestiário da seleção brasileira para conversar com os jogadores, dar um apoio, após a goleada sofrida para os alemães. Ele narrou o fato em entrevista à Rádio CBN.

No entanto, ele contou que foi retirado do local por seguranças da CBF. Ele alegaram que estavam obedecendo ordens do presidente da entidade, José Maria Marín, que não queria ''pessoas estranhas'' no vestiário da seleção brasileira. 

O ex-atleta afirmou que ficou surpreso com o motivo e deixou o local. Ainda entrevista à emissora de rádio, ele também não poupou críticas à organização do futebol nacional. Cafu defendeu drásticas mudanças para reverter o quadro atual. 

Leia tudo sobre: CafuCopa do MundovestiárioexpulsoCBF