Provável substituto do ‘importantíssimo’ Di María, Pérez ganha elogios

Camisa 7 da Argentina tem números que mostram a sua importância ofensiva nesta Copa do Mundo para os albicelestes

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

MARCELLO ZAMBRANA/NOVA FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
undefined

São Paulo (SP). Uma das principais peças da Argentina, Ángel Di María é ausência certa na semifinal contra a Holanda e tende a ter como substituto o meio-campista Enzo Pérez. O técnico da Albiceleste preferiu não confirmar a escalação inicial, mas rasgou elogios ao meia do Benfica na coletiva de imprensa dada nesta terça-feira, após o treino na Arena Corinthians.

O comandante argentino ressalta a importância de Di Maria no esquema de sua equipe, principalmente na parceria com o craque Lionel Messi, mas, logo em seguida, enumerou as qualidades do provável substituto do camisa 7.

“O Di María é um jogador importantíssimo. Ele faz cruzamentos e boas jogadas no meio, faz um jogo associado com o Messi muito importante. Além disto, o Di María foi campeão da Champions League; é um dos jogadores mais desejados na Europa”, disse Sabella.

“Isso não é em detrimento do Enzo Pérez, que joga bem, passa bem a bola, ocupa bem os espaços, é um jogador apto para esses momentos. Ele amadureceu e cresceu muito no quesito psicológico”, completou o treinador.

Se levado em conta apenas os números dos jogadores, Di María vem, por muitas vezes, destacando-se mais que Messi durante esta Copa do Mundo. O atleta do Real Madrid, por exemplo, é jogador argentino que mais finaliza e concretiza dribles certos, mostrando como é importante ofensivamente para o time albiceleste.

Para o ataque, além de Pérez, o técnico Sabella mantém a formação do trio Messi, Lavezzi e Higuaín, tendo também a possibilidade de acionar o retorno de Kun Agüero, que está praticamente recuperado de uma contusão na coxa esquerda.

Recuperação. Mesmo com uma grave lesão - lesão de grau um no músculo posterior da coxa esquerda - , Di María está tentando de tudo para jogar em uma provável final de Mundial. Ele recorreu ao tratamento de células-tronco para acelerar a recuperação e espera estar apto no dia 13, caso a Argentina passe pela Holanda.

Leia tudo sobre: aguerodi mariaenzo perezCopa do Mundoargentinaholandasubstituto