Trio de torcedores cariocas afirmam que viram uma aula de futebol

Flamenguistas chegaram a brincar com vascaínos na saída do Mineirão, apontando adversários como os culpados pela goleada sofrida

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Amigos do Rio de Janeiro garantem que estarão felizes com qualquer time que ganhe a Copa, exceto a Argentina
DANIEL OTTONI - WEBREPORTER
Amigos do Rio de Janeiro garantem que estarão felizes com qualquer time que ganhe a Copa, exceto a Argentina

A empolgação que cercou o Mineirão nas horas que antecederam o jogo contra a Alemanha deu lugar à raiva, frustração e muita tristeza após a goleada de 7 a 1 sofrida nesta terça-feira, em jogo válido pela semifinal da Copa do Mundo. Bastava olhar para alguns torcedores para perceber o sentimento que se passava. Olhos vermelhos e cheios de água denunciavam toda a mistura de sentimentos. Entre eles, alguns mais exaltados, outros menos. O trio de amigos cariocas, comandados pelo advogado Fábio Guimarães parecia conformado, talvez pelo alto teor de álcool no sangue. Os vários copos empilhados deixavam claro o número de cervejas tomadas. Apesar disso, a frustração ainda imperava. “O que vimos hoje aqui foi uma aula de futebol, um passeio. A Alemanha veio para ganhar a Copa. Hospedou-se em um lugar de clima quente, já sabendo das adversidades que teria. Foi um chocolate em um jogo atípico”, comenta. Difícil foi fazer eles apontarem qual foi o momento mais complicado da partida. O consenso era que tinha acontecido no primeiro tempo. “O primeiro gol foi ridículo, deixou claro a desorganização do time. Foi um desastre. O Felipão tomou um verdadeiro nó tático. Acho que preciso assistir ao jogo de novo para entender melhor tudo que se passou”, indicou um dos integrantes.

Culpados. Quando avistaram uma dupla de vascaínos, o trio de flamenguistas não perdeu a oportunidade de apontar os culpados. “Sabia que tinha alguma zica aqui. Essa turma aí é rei do vice. Não ganham nada”, brincavam. Por sorte, os adversários cariocas levaram numa boa a provocação.

Sem o Brasil no páreo, qualquer campeão para eles está bom, com exceção da Argentina. “A Holanda treinou na Gávea e a a Alemanha usou uma camisa em homenagem ao Flamengo. Qualquer um que passar, estará nos representando à altura”, completaram.