Cruzeiro desembarca em Confins com sensação de dever cumprido

Após 19 horas de voo, os atletas celestes chegaram satisfeitos com intertemporada e apressados para assistirem ao jogo entre Brasil e Alemanha

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cinco vitórias na bagagem, um time mais unido, mais compacto, com boa evolução em sua capacidade física, técnica e tática. Tudo isso, é claro, aliado ao aumento da confiança da equipe celeste para manter a pegada de antes da Copa do Mundo, permanecer na liderança do Campeonato Brasileiro e terminar, assim como em 2013, a temporada em festa. É assim que a delegação do Cruzeiro desembarcou, na tarde desta terça-feira, no aeroporto de Confins, depois de 20 dias nos Estados Unidos realizando a intertemporada durante o Mundial da Fifa.

Após mais de 19 horas de voo, os atletas celestes chegaram em Belo Horizonte satisfeitos com o o período na América do Norte e apressados para assistirem ao jogo entre Brasil e Alemanha.  

Nos EUA, o técnico Marcelo Oliveira também teve tempo de preparar muito bem o time e observar os jogadores, voltando com gratas surpresas. O primeiro destaque ficou por conta do recém-contratado zagueiro Manoel, titular em todos os jogos na terra do Tio Sam, com atuações seguras. O meia Alisson, que teve poucas oportunidades no ano passado, também brilhou e mostrou que, neste ano, pode ser peça fundamental para a conquista do tetracampeonato brasileiro e do penta da Copa do Brasil.

Isso sem contar as atuações com muito brio de Ricardo Goulart, Marlone, Everton Ribeiro e boa parte do escrete estrelado. Os pontos positivos trazidos pela excursão cruzeirense para os Estados Unidos foram muito bem vista por comissão técnica e jogadores da Raposa.

Para o atacante Marcelo Moreno, o time está conseguindo evoluir o trabalho que começou no início do ano. “Mostramos um nível muito bom, encontramos algumas dificuldades nas primeiras partidas e, aos poucos, fomos vendo que a dificuldade foi aumentando. Na verdade, essa intertemporada foi só um complemento pelo que viemos trabalhando desde o inicio deste ano. Esperamos que possamos manter esse trabalho”, declarou.

Marcelo Oliveira viu uma melhora celeste tanto dentro quanto fora de campo. “Eu coloco a união ainda maior no grupo, o bom ambiente que a gente preza, que é fundamental. Os nossos jogadores têm que estar com os olhos brilhando e preparados para quando forem chamados. Taticamente e fisicamente, acho que evoluímos. Espero que tudo que fizemos se reflita nos jogos do Campeonato Brasileiro para que possamos sustentar a primeira colocação”, analisou o treinador.

Os jogadores do Cruzeiro ganham folga hoje e retornam aos treinos amanhã à tarde.

Leia tudo sobre: CruzeiroRaposaintertemporadaEstados Unidosdesembarqueconfinsaeroporto